B) Tratamento e prevenção para as doenças causadas por fungos

Posted on

Para uma leitura mais abrangente sobre micose de pele, leia MICOSE DE PELE: Infecções por Fungos.

Mesmo naqueles em que o tratamento foi bem sucedido, as unhas podem parecer anormais por mais de 12 meses, devido ao seu crescimento lento. A Pitiriase versicolor é uma micose que responde bem ao tratamento, que pode ser feito com medicamentos de uso via oral ou local, dependendo do grau de comprometimento da pele. Entretanto, devido a ser causada por um fungo que habita normalmente a pele, há uma grande chance da micose voltar a aparecer, mesmo após um tratamento bem sucedido. A doença pode ser também perigosa para o homem, pois ele também pode ser infectado pelo fungo quando em contato direto com o animal infectado. O fungo pode sobreviver na pele do animal por anos, por isso, caso o organismo não combata a infecção pelo fungo normalmente, a doença pode ser difícil de ser erradicada. É um dos tratamentos mais populares contra qualquer tipo de infecção de fungos na pele devido a substâncias antimicrobianas. Assim como ocorre com outros tipos de infecções e problemas de pele, uma pele irritada, com coceira e rachada pode propiciar infecções bacterianas secundárias que podem requerer tratamento com antibióticos. Infelizmente, as unhas não são as únicas partes do corpo que podem ser atacadas pelos fungos, tais como a pele e até mesmo o sangue. Facilmente transmitidos entre os cães, as doenças causadas por fungos também são chamadas de dermatofitoses ou micoses caninas, e podem atingir tanto animais como seres humanos.

As infecções cutâneas causadas por fungos são conhecidas popularmente como micoses, estas podem ser classificadas em diferentes tipos, a depender da área a afetada.

  • Tratamento: Diflucan 150 para a candidíase vaginal ou balanite ou Diflucan para a candidíase na pele.

Sob determinadas condições, como umedecimento prolongado e lesões mecânicas da pele, pode provocar infecção cutânea num grande número de espécies animais, principalmente bovinos, ovinos e eqüinos.

Tais doenças são infecções cutâneas ocasionadas por fungos que se manifestam em partes queratinizadas e semiqueratinizadas da pele, pelos e unhas, e podem ser adquiridas ou congênitas. Os remédios caseiros podem ser mais eficazes do que alguns medicamentos prescritos para o tratamento de fungos das unhas dos dedos dos pés. Conhecida também como tinea pedis ou pé de atleta, a frieira é a micose de pele mais comum no mundo. Nestes casos, as lesões podem se contaminar com bactérias da pele, provocando celulite ou erisipela (leia: ERISIPELA | CELULITE | Sintomas e tratamento). A candidíase em geral, é limitada à pele e membrana mucosa, raramente a infecção pode se disseminar e se tornar sistêmica, causando lesões viscerais que acarretam risco à vida. Em pacientes com imunodeficiência pode apresentar outras lesões mais típicas de Candida ou candidíase sistêmica também podem ocorrer. Em casos mais graves, onde a infecção afecta uma grande área, pode ser prescrito o tratamento oral, os comprimidos de Lamisil. Infecção Fúngica (Pé de Atleta) Eliminar por completo os fungos que se instalam nos pés e nas unhas é difícil, pelo que o tratamento é sempre prolongado. Tipos comuns incluem o seguinte: Infecções da pele podem ocorrer em quase qualquer área do corpo, mas elas são mais comumente encontradas em regiões intertriginous.

Pelo menos três em cada quatro mulheres terão ao menos uma infecção vaginal durante os seus anos férteis. É uma das razões mais comuns para as mulheres visitarem o médico.

  • Evitar estresses, outro fator para a diminuição da resistência. Ambientes barulhentos e iluminados à noite, gaiolas muito pequenas e a superpopulação (as Chinas aladas) estão entre os mais comuns;

Os sintomas das micoses cutâneas ou fungos de pele variam de acordo com a área afectada e com o fungo responsável pela infecção.

Alguns dos sintomas mais comuns são vermelhidão e/ou inchaço da pele, manchas vermelhas, brancas ou cor-de-rosa, geralmente de forma circular, bolhas, crostas e lesões. O tipo e a duração do tratamento das micoses cutâneas ou fungos de pele varia de acordo com o local de infecção e com o agente responsável. Abaixo estão descritos os sintomas da infecção por fungos dermatófitos mais comuns e as opções de tratamento. O tratamento dos fungos da pele varia de acordo com o tipo de microrganismo de origem fúngica responsável, com a extensão da área afectada e com a localização. O antifúngico Diflucan 150 está indicado para o tratamento da balanite nos homens causada pelo fungo candida albicans, que é também responsável pela candidíase vaginal na mulher. O Sporanox é um medicamento antifúngico indicado para o tratamento da pitiríase versicolor, uma infecção fúngica na pele muito comum, causada pela proliferação do fungo Malassezia furfur. As micoses (infecções da pele causadas por fungos dermatófitos) encontram-se entre as doenças mais frequentes que afectam o ser humano. Por isso, estes fungos geralmente só afectam a epiderme, a camada mais superficial da pele, as unhas e os pêlos. Em casos de micoses muito extensas ou refractárias ao tratamento, pode ser necessário administrar também, por via oral, um fármaco antifúngico.

Óleo de orégano pode ser uma solução poderosa no tratamento de fungos

  • Pé de Atleta (Tinea Pedis)
  • Micose (Tinea Corporis)
  • Tinea Capitis
  • Onicomicose
  • Tinea Versicolor
  • Candidíase Cutânea

SporanoxMedicamento indicado no tratamento de infecções fúngicas (micoses) dos olhos, boca, unhas, pele, vagina e órgãos internos.

Quando necessário, o tratamento pode ser continuado por períodos mais longos em pacientes com função imune gravemente comprometida. Zoltec® é indicado para a profilaxia (prevenção) de infecções fúngicas em pacientes com imunossupressão devido à infecção pelo vírus HIV e pelo tratamento (quimioterapia ou radioterapia) de doenças malignas (tumores). Zoltec® é indicado para a profilaxia (prevenção) de infecções fúngicas em pacientes com imunossupressão devido à infecção pelo vírus HIV e pelo tratamento de doenças malignas (tumores). É quase sempre prolongado não devendo ser interrompido assim que terminem os sintomas, pois os fungos podem resistir nas camadas mais profundas da pele. Tinha é o nome genérico que se dá a uma dermatofitose, infecção da pele causada por fungos que comem a queratina da pele, pelos ou unhas (os dermatófitos). Tinea corporisA mais comum é das infecções da pele causada por fungos dermatófitos é a tinea corporis, que afeta a pele do corpo sem pelos. O tempo de duração do tratamento das micoses varia e muitos médicos recomendam que o tratamento continue mesmo após o desaparecimento total das lesões por 1 semana ou mais. São infecções causadas por fungos que atingem a pele, as unhas, cabelos e, em alguns raros casos, podem acometer órgãos internos. As micoses das unhas são as que apresentam o tratamento mais difícil e também de maior duração.

Com esse tratamento caseiro fungos nas unhas nunca mais!

É importante ressaltar, que doenças de origem fúngica têm um tratamento mais duradouro que as outras doenças de pele.

O tratamento de doenças fúngicas costuma ser mais demorado que o de uma infecção bacteriana, por exemplo; e as chances de reincidir também são maiores. 4.2 - Dermatomicoses As dermatomicoses são causadas por fungos (dermatófilos) que infectam somente estruturas superficiais queratinizadas ( pele, cabelo e unhas), não infectando tecidos mais profundos. Para as infecções mais graves ou resistentes, o médico pode prescrever vários meses de tratamento com outros medicamentos, algumas vezes concomitante com cremes antifúngicos. Artigos Relacionados: Micose é uma infecção do tipo tinea, que pode ser causada por três gêneros de fungos. Trichophyton - pele, cabelo e unhas Microsporum - pele e cabelo Epidermophyton - pele e unhas Os fungos ainda podem ser classificados de acordo com o ambiente onde são mais facilmente encontrados. Os zoofílicos (mais presentes nos animais como cães e gatos) causam uma inflamação mais grave quando acometem humanos, do que os fungos antropofílicos (mais encontrados nas pessoas). Assim, a infecção por esses fungos pode resultar do contato direto entre pessoas, de pessoas com animais ou a partir do solo onde se encontram os parasitas. Também é mais comum que animais idosos ou gatinhos que por algum motivo, estejam com resistênciabaixa, tenham maior probabilidade de ter micose de pele. Como já falamos anteriormente, o  stress geralmente pode ser responsável pelo surgimento da micose tinha, mesmo que este tipo de micose por fungos seja extremamente contagioso. Não é incomum que casas onde vivem mais de um gato, apenas um dos animais da casa manifestem esta micose e também pode acabar sendo recorrente. O própolis tem  ação anti-inflamatória, antimicótica, atuando sobre alguns fungos e leveduras, principalmente micoses e a semente de uva ajuda no tratamento de doenças de pele.